Segunda-feira, 16 de Junho de 2008


 

Carlos Santos nasceu a 22 de Julho de 1893, na freguesia da Sé, Travessa do Forno 5, Funchal.

Era filho de João Pontes dos Santos e Maria Teodora Fernandes.

Casou com Maria Antonieta da Silva, natural de Santa Luzia, Funchal, de quem teve três filhas e um filho.

Trabalhou na indústria dos bordados desde 1908.

O seu nome está ligado à história do folclore na Madeira.

Era um autodidacta e, desta forma, aprendeu a tocar braguinha e bandolim.

Com 20 anos fundou um pequeno grupo de bandolins que realizou concertos em Machico e em Porto Santo.

Em 1928 foi convidado a dirigir o grupo “6 de Janeiro”, cujo nome foi depois mudado para “Círculo Bandolinista da Madeira”.

 

 Legenda: O Sr. Carlos Santos, chefe do Grupo Folclórico da Camacha, que por terras de Espanha e França tem demonstrado ser um ás na arte de dar à canela, para gáudio e glória do seu organizador Dr. Ferreira de Nóbrega.

Desde 12 de Junho de 1927 trabalhou no periódico “O jornal”, periódico este que, a partir de 1954 passou a designar-se “Jornal da Madeira”.

Em 1932 foi nomeado Chefe de Redacção do referido periódico.

 

Faleceu a 6 de Outubro de 1955 aos 68 anos. Está sepultado no Cemitério da Nossa Senhora das Angústias, São Martinho, Funchal.

 

Ler mais no Jornal da Madeira. [PDF] 729 KB

 

 

Bibliografia:

 

Tocares e cantares da ilha: estudo do folclore da Madeira.  Funchal:   1937

Trovas e bailados da Ilha: estudo do folclore musical da Madeira. Funchal:    1942

O traje regional da Madeira: Estudo. Funchal:    1952

Escreveu ainda: Derradeiro minuto; Cabeça de Cristo na agonia; Marítimo; Bailarina oriental e tem também alguns artigos na revista Das artes e da história da Madeira.

Segundo CLODE, estaria a preparar um Dicionário universal de música que não chegou a terminar.

Texto: 

CLODE, Luís Peter – Registo bio-bibliográfico. [Funchal]: Caixa Geral de Depósitos, [1983]. p.424-425.

Imagem:

 Re-nhau-nhau. 2 Abril 1951.p.1. - Legenda: O Sr. Carlos Santos, chefe do Grupo Folclórico da Camacha, que por terras de Espanha e França tem demonstrado ser um ás na arte de dar à canela, para gáudio e glória do seu organizador Dr. Ferreira de Nóbrega.

 

 

  

Para mais informação poderá também consultar nesta biblioteca a Revista Xarabanda. Edição especial de 22 Julho 1993.

 

 



publicado por BMFunchal às 10:00
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
17
18
19
20
21

22
23
24
26
27
28

29
30


links
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds